terça-feira, 15 de abril de 2008

Ou dá ou vai embora! (corrigido)

Hoje acordei triste, me sentindo sozinha, parte disso deve ser por que os gringos foram embora ontem, e acho que sinto um vazio por isso, eles eram meio que meus amigos, não tão amigos, também duas semanas não dá pra se tornar tão amigos, mas eles deixaram uma marca em mim.
Tenho "amigos" que provavelmente fizeram menos parte da minha vida do que os Norte-americanos, que só estavam perto nas horas felizes, e quando eu me ferrava, eles sumiam e, quando eu ia à praia ou passar um tempo na casa que eu tinha na Barra da Tijuca, eles apareciam, é frustrante quando você tenta ser amigo de alguém e esse alguém só finge ser seu amigo, enquanto pelas suas costa fala mal. Cara, não quer ser meu amigo é só falar, vai doer menos do que se eu descobrir sozinha que você é mais falso do que uma nota de 15 reais, como o Dr. Marcelo, ex-BBB, já disse.
Amizade deveria ser algo precioso, sabe? É realmente difícil encontrar amigos de verdade, que vão estar do seu lado sempre que você precisar, que vão lhe falar para não fazer algo porque assim você vai ferrar com a sua vida. Se você olhar no dicionário vai achar, "amizade: do Latim *amicitate s. f., afeição; amor; boas relações; laço cordial entre duas ou mais entidades; dedicação; benevolência." Sabe, há uma diferença entre ser amigo e ser colega, ser colega pode ser colega de turma, colega de "oi" e "tchau" e colega é aquele que você tem que aturar, já amigo é aquele que você quer aturar. Se você não fosse obrigado a ter que conviver com eles sempre no colégio, ou seja lá onde, vocês ainda seriam amigos.
O tempo é que faz a amizade crescer, com as briguinhas, ela fica mais forte, com a distância, ela não desaparece, sabe por quê? Porque essa pessoa amiga já deixou uma marca, já tem um pouco do jeito, da personalidade dela em você, não dá para fugir, até porque ela também carrega um pouco de você.
Posso ser ingênua e não saber quem é realmente meu amigo, posso sempre perdoar, mas um dia, quem sabe, eu consiga mudar e ver atrás das máscaras, parar de deixar a confiança se quebrar, parar de acreditar em quem mente para mim e me faz sofrer. Porque eu quero é a verdadeira amizade, só perto de mim quem me ama e quer meu bem. Então quer ser meu amigo? Ou dá a verdade ou, por favor, vai embora.


P.S.: Esse foi um trabalho meu sobre crônica, para quem não entendeu, e bem... aqui estão as correções de vírgulas e palavras erradas que a fessora fez.
Sim esse é o mesmo texto do anterior.

Quer ser meu amigo? Ou dá a verdade ou, por favor, vai embora.

Um comentário:

KrOu disse...

eu kéro \o
eu kéro \o
ti amo amiga...s2