segunda-feira, 28 de abril de 2008

Resposta ao post feito no K.D. pelo Daniel

remendar... é ainda que mudamos, a cada quebra aprendemos algo, dói, mas logo passa...
Não vai embora continua marcado mesmo quando nos refazemos.
Mudamos de roupa, de cabelo, de amigos ou pelo menos achamos algo 'novo' para tentar nos completar, mas o que muda não é o que está a nossa volta e sim a gente.
Eu mudo constantemente, todo dia tem algo novo, seja um detalhe na aparência, uma roupa nova, um sentimento novo, algo que aprendi ou outra coisa interior.
O mundo é o que parece ser para cada um, por que é assim que o vemos.
Até materialmente ignoramos as coisas, como procurar por algo que você não sabe o que é, as vezes a coisa tá na sua frente, mas você não a vê, porque você não tava procurando por ela nesse formato.
A fôrma das coisas não realmente importa, ou não deveria, já que para as pessoas ela é muito importante.
Chega de Platão, Heraclito ou Parmênides!
Não posso negar que amo fazer compras e que sempre que possível que sair para gastar, sou sim capitalista, já fui rockeira, patty, uma criancinha mimada, poser, hippie, básica, romântica e hoje me encontro numa mistura de pedaços, deixei alguns pedaços para trás, mas não me arrependo...
O que importa que se você gosta das suas reinvenções, as faça! porque ninguém merece continuar em pedaços após uma queda!
Deixe sua marca e não se preocupe...

Porque se quebrar...

há sempre o superbonder!

2 comentários:

Rosielle disse...

Amiiga
adoreii esse texto :)

:*

KrOu disse...

E quando um tem coragem e resolve se reinventar todo mundo percebe que pode siim mudar...
Fui eu quem dise que me inventei e reinventei...
É tão bom saber que tenho amigos para quem eu posso ser todos os meus pedaços juntos sem me importar com pedaços comprados e pré-fabricados vendidos em "WQS"s..
eu quero ser aceita e tento aceitar o outro...mesmo em constante mudança e reinvenção... colada com superbonder ou até mesmo grampeada... eu amo você amiga...com todos os pedacinhos ... ;D