terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Top 15 - Modinhas de 2008

Como essa vai ser a última postagem de 20008 (e eu tô sendo arrastada pra Cabo Frio), resolvi dá uma olhadinha nas coisinhas que viraram modinha (ecaa!) nesse ano, tenho que admitir que já gostava de algumas delas antes e acabou ficando insuportável com tanta gente gostando da mesma coisa só porque é modinha ¬¬, mas vai aí vai a listinha:
15. Cupcakes : antes totalmente desconhecidos pela maioria aqui no Brasil, agora todo mundo faz e quer comer eles.
14. Mc Fly : Não sei o porquê (tá... eles até são bonitinhos), mas bombaram e acabaram virando modinha.
13. Lenços Palestinos : lindos de morrer, alguém discorda? mas quando passou a ser utilizado por qualquer um... perdeu o charme. (ainda quero um, se alguém quiser me dar um de presente de Natal atrasado ;x)
12. Tiaras, fitas ou tranças (como tiara) no cabelo : Depois que a Blair apareceu em Gossip Girl com eles no cabelo a moda começou e não parou! Agora se você quiser um tem aé no camelô baratinho.
11. Gossip Girl : Foi pra TV, num adaptação bizarra, e todo mundo quis ler o livro ou apenas ver o seriado e ... modinha!
10. Mini - maquiagem : Muito útil, foi bom ter virado modinha assim dá pra achar tudo que você precisa em tamanho mini. Só acho meio brega aquele mini gloss pedurado em celulares alheios.
9. Kate Perry : Amo as músicas dela, bem antes dela bombar. Lado bom: Os clipes sempre na TV e as músicas direto no rádio. Lado ruim: As benditas músicas que bombaram não saõ as melhores dela e não chegam nem perto de ser as minhas favoritas. E o bando de gente que fala que agora ama a moça.
8. Folk style : Quem contribuiu? A Serena de Gossip Girl e a trilha sonora de Juno.
7. Óculos escuro retrô : Alguns são lindos de morrer, outros... se mata!
6. Vestidão : É ótimo, tanto no verão quanto no inverno. Pode ser pra praia, festa, dia ou noite. In total...
5. Sandálias Gladiadoras : Assim como os óculos, que um modelos perfeitos, mas tem outros que deixam a desejar. Cores preferida: Prata, Dourado, Preto e Beige.
4. Paramore : Sim tem umas músicas boas, mas eu não amo. Fizeram parte da trilha sonora de Crepúsculo. Saia na rua e pergunte... 9 das 10 pessoas vão dizer que gostam de PARAMORE. xD
3. Colete e Espartilho(corpete) : Boyish e retrô.
2. Jonas Brothers : Não só entraram de vez com a participação em Camp Rock, mas também teve os bafóns da vida pessoal deles, como o troca-troca de namoradas. (Bonitinhos até pode ser, mas ainda precisam aprender a cantar e a se vestir... Hello!! Calça Jeans super desbotada ou branca?)
1. Crepúsculo : Deve ter sido a maior modinha desse ano, preciso admitir que já conhecia o livro desdo ano passado, mas eu tava lendo mais os livros da Meg Cabot (lia tudo no PC ou imprimia ¬¬') e depois eu parei drasticamente de ler e só voltei com o Crepúsculo, emprestado de um amigo. E se não tivesse virado modinha acho que eu não teria lido tão cedo ele (apesar que ele já estava a um ano mofando no meu PC). Mas o filme foi uma desgraça! (Depois comento sobre ele.)

Não entraram, mas não saem da midi:
  • Suri Cruise (filhota linda e super fashion da Katie Holmes e Tom Cruise), Quando crescer quero ser que nem ela! xD
  • Madonna
  • Lauren Conrad e The Hills
  • Mini-lixa da Bourjois (R$ 9,90)
  • Coroinha (eu tenho um monte :x)
  • Bolinhas
  • Listras
  • Xadrez
  • Lacinho
  • High School Musical
  • Os (dez mil) "Último"s Adeus do RBD hahaha
Feliz Ano Novo, para quem já o considera! (depois eu explico isso, ou não)

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Por aí e além (Parte VI)

"Cínico!" - Era o que eu gritava por dentro.
Ele estava me segurando pelos meus braços, olhando fundo nos meus olhos. Talvez procurasse mágoas, mas não tinha nada. Eu ainda o amava. Eu amava aquele canalha, mesmo depois de tudo... e ele sabia.
Taila F. Brasil

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Natal?

Você não quis dizer PRESENTES.
Sinceramente, sem clima nenhum de Natal, deve ter sido por isso que eu dormir o dia todo ontem. E acho que o Natal não é mais o mesmo.
Virou apenas mais um dia pretexto para dar e ganhar presentes, principalmente ganhar, digasse de passagem. Não é mais sobre estar junto com a família (tá... ainda é um pouquinho), é tudo sobre o tal Papai Noel e os presentes!
É só mais um feriado consumista (tá... eu sou um pouco), mas o verdadeiro sentido (principalmente cristão) é o nascimento do menino Jesus (peraí! eu só tô relembrando!) e tals...
E não pensei muito no Natal esse ano, já que ... coisas a acontecem e pessoas acabam tendo aula (e provas finais) até a semana do Natal! Então com isso dá pra se preocupar com compras pros outros e shopping lotado?
blábláblás a parte, Até que não foi tão ruim e que ano que vem seja melhor, né?
Falando em Ano Novo, também não sou muito a favor, mas... isso fica pra um outro dia.
P.S.: Tô atrasada.
P.S.¹: Feliz aniversário Méry-na!
P.S.²: Feliz Aniversário Kalec, Luiza, Igo e Mercedes.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Prêmio Dardos - Eu ganhei

Meu primeiro selo! E é mais especial ainda porque quem me deu foi o Antônio (a.k.a. Mini Emo) do From My Dirt Glasses.

Descrição: Com o Prêmio Dardos se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Regras:
1) Exibir a imagem do selo;
2) Linkar o blog pelo qual você recebeu a indicação;
3) Escolher 15 outros blogs a quem entregar o Prêmio Dardos;
4) E avisá-los, claro!

Blogs escolhidos por mim:
Bem... escolhi esses, por enquanto (leia-se: depois eu escolho o resto =x)... talvez eu demore um pouco pra avisar, já que sou meio lerda! xD

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Walking on air - Kerli

La La La La La La La

Theres a little creepy house
in a little creepy place.
Little creepy town
in a little creepy world.
Little creepy girl with
her little creepy face,
saying funny things that you've never heard.
Do you know what it's all about?
Are you brave enough to figure out?
Know that you could set your world on fire,
if you're strong enough to leave your doubts.

Feel it, breathe it, believe it and
you'll be walking on air.
Go try, go fly so high and
you'll be walking on air.
You feel this, unless you kill it -
go on and you're forgiven.
I knew, that i could feel that -
i feel like im walking on air.

She has a little creepy cat
and little creepy bat.
Little rocking chair
and an old blue hat.
That little creepy girl - oh she loves to sing,
she has a little gift - an amazing thing.
With her little funny eyes of hazel,
with her little funny old blue hat.
She will go and set the world on fire -
no one ever thougt she could do that.

Ref.

Flitter up
and hover down.
Be all around,
be all around.

You know that i love you.
Go on.
Ref. x2

Im walking on air.
Im walking on air.

Yeah.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Era uma vez...

É estranho começar sem um começo,
Jogando fora o prólogo.
Ter um meio sem história,
Não terminar em um epílogo....
Essa é a minha história.
Taila F. Brasil

Complicado

Tenho vontade,
Mas não consigo ...
Beijar tua boca,
Olhar nos teus olhos.

É tão irreal,
Uma foto,
Um suspiro.
É como se você tivesse aqui,
Do meu lado.


Não decido,
Não me imponho.
Só observo...
O observo e desejo.

Taila F. Brasil

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

De verdade

Na minha cabeça era tudo perfeito,
As palavras, gestos,
não tinha um único beijo fora do lugar.

Nos sonhos com príncipes encantados,
sem seu cavalos brancos
que pedem indiretamente para ser conquistados,
um desafio.

Nos devaneios,
era ignorada com um beijo.
Lá eu não precisava estudar ou me preocupar,
Tudo era amor, sexo e 'eu e você'.

Ele passou,
dos meus sonhos pra realidade.
Ele é normal, é real.
Mas a conquista ainda me prende.
Taila Figueredo Brasil

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Revoltaa *-*


Por onde podemos começar (sobre RBD ¬¬')...
Hoje vai ter o ÚLTIMO (eu sei.. úlimo de novo?!) show do RBD aqui no Rio (que por acaso eu não vou DE NOVO!), mas ontem o show em SP decepcionou e muito!
Bem.. digamos que acho que eles não entenderam muito bem sobre um "adeus", deveria ter TODOS os integrantes, né?
Mas ontem não tinha nem a Maite (DE NOVO! ela ainda tá gravando a tal novela) e não tinha o Poncho! (problemas com o vôo atrasado, mas ele não deveria ter vindo no mesmo vôo dos outros?!)
Então o show acabou sendo visto por volta de 3 mil pessoas (o que é pouco) e ainda atrasou 2 horas!! Aquele bando de criancinhas ficaram esperando até as 22 horas para um show desfalcado!
Eles ainda colocaram uma bancadinha para devolver o dinheiro dos ingressos de quem não quisesse assistir por causa da falta dos 2 integrantes. Mas tão falando que no show de hoje, pelo menos o Poncho vai aparecer, já não posso falar o mesmo da Maite ¬¬!
Então acho melhor esperar pelo ÚLTIMO SHOW (de novo) e que no próximo "Adeus" estejam todos lá!
Aí vai o depoimento de uma fã esgotada! xD (eu)

domingo, 7 de dezembro de 2008

No mundo ideal... entre tu y yo

Tava assistindo Alladin (eu sei que não devia, mas eu amo *-*) e depois passei pra Rebelde (não me xinguem!), bom contraste, né?
Voltando a vida real (já que eu tô estudando e fazendo os deveres atrasados do curso desde sábado)...
Tava pensando o quanto eu tô sufocada de coisas para fazer, incrível como tudo aparece quando menos pode! Bem, mas não vou parar de estudar (pelo menos por muito tempo, só vou dar uma paradinha pra ver a Yvie se formando, o Pedro se apresentando no SESC e pra ver a Alice e a Jéssica, já que a gente realmente precisa conversar - coisas de garotas =} - e só!), nem pra festa do colégio eu fui para não afetar meus planos de intensivão!
Eu sei que é chato ficar falando de provas, coisas que eu não vou fazer, escola, estudos e bláh!
Mas quando eu entrar de férias prometo que vai ser só sol, praia, fofocas e coisas inútis que a antiga Taila sempre escrevia.
Falando em inutilidade:
- O show do RBD aqui no Rio foi horrível, segundo fontes muito seguras (valeu Alice! ;}).
Pra começar a Maite nem apareceu por lá! Dizem que ela está gravando uma novela e não deu pra fazer o show e digamos que o show do começo do ano foi mil vezes melhor. Então eu não perdi nada.
Outra coisa? Tão falando que essa coisa de últimos show é um blefe! Então vou arrastar a Alice e a Jéssica pro próximo show.

Voltando a minha rotina de estudos... até quando eu tiver minha vida de volta.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Ainn! Será que eu consigoo? * PÁRAA! *

Ter pessoas assim a minha volta é um saco. HELLO? Cadê a confiança?!!
Sim, eu sou a pessoa mais boazinha e boba do mundo, ajudo todo mundo, dou mil conselhos, ouço todos os casos... Eu não estou reclamando disso! Eu gosto (tá.. não gosto muito de ser aquela boazinha que só se dá mal...), mas o real problema é que se eu tiver que me preocupar em ser seu apoio para auto-confiança... eu vou acabar caindo! (metaforicamente =})
Eu nunca me estressei com os estudos, provas e coisas do tipo... mas atualmente (com minha irmã e uns amigos com crise, superestressante, de confiança) eu tenho sido MUITO apoio! O que me faz cair e daqui a pouco vou tá entrando e depressão (primeiros sintomas? estresse!).
Agora, não tô dizendo que é só isso, mas também outros acontecimentos around, que simplesmente não podem ser evitados....
EU SÓ TÔ PEDINDO UMA COISA...
ME DEIXEM EM PAZ! (pelo menos por um mês, tá?)

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Alguma coisa contra menta no chocolate?

Tenho dizer que achei estranho me perguntarem alguma coisa parecida com isso hoje (só pra constar minha resposta foi não, já que eu amo o picolé chocomenta da Itália)... mas o mais estranho? Meu amigo disse que não gosta e que tinha sim algo contra!
Bem, acho que, pra ele não dá pra se misturar o chocolate (algo muito bom) com a menta, o gosto fica estranho e não é mais chocolate e sim o tal do chocomenta.
E não foi só ele, o namorado da menina que me perguntou respondeu a mesma coisa!
Talvez seja uma questão de sexo, as mulheres gostam e os homens não. Que nem as escalas de cores, pra gente não é só verde, pode ser esmeralda, bandeira (essas duas tem uma grande diferença que eles não conseguem ver!), aqua, limão e por aí vai, para eles é só verde, amarelo, azul, vermelho, se chegaram ao vinho (que só pra constar é muito diferente do uva) já é muito!
Voltando ao chocolate, eu não tenho nada contra, só contra o chocolate branco (como é que eles ainda chama aquilo de chocolate?), mas isso fica pra um outro dia....
P.S.: Eles te ajudam a achar o jeans perfeito, depois eu faço um post falando mais desse site! Zafu
P.P.S: Se você também tem algo contra o "chocolate" branco, leia Pão-de-Mel.
P.P.P.S.: Parabénss pra mim 1 ano e 3 meses de blog!
P.P.P.P.S.: Parabénss para Renatinha =}

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Passado aqui...

Nossa! Eu até que escrevia bem (e não sabia), bem pelo menos essa é a minha opinião.
Eu tava lendo uns textos do ano passado, postados aqui (nem me pergunte porque.. deve ser falta do que fazer), e resolvi re-postar uma postagem antiga (dãã!). Afinal o blog fez um ano e, eu, acho que, não disse nada! (é.. eu revi e eu realmente não disse nada!)
Então.. pelo 1 ano atrasado!

Minhas Raízes
Queria voltar a elas, ao momento criança. Pra mim isso tudo não é realidade, sou uma racionalista uso a lógica, não adianta me dizer pra não fazer algo, que só de teimosia ou simplesmente pra provar que você está errado eu faço.
Do que adianta avisos? Já não sou mais uma criança desprotegida na sociedade, já dei meus primeiros passos, já tive minha primeiras quedas, e não dá para voltar! Até queria apagar alguns erros tentar me encaixar na minha perfeição, mas não dá!
Pare de tentar assim você só perde tempo!
Não abra os olhos por que quanto isso acontecer você não vai conseguir fecha-los, vai ver até o que não quer, vai sofrer com o que vê! Perderá todos os sonhos de crianças, as malícias de adolecente e os desejos de jovem. Não quero dizer que não quero a felicidade, mas a que custo eu a comprarei?
Não quero perder minha vida correndo atrás de algo que pode nem existir! Como preferir o certo ao incerto se eu não sei qual eles realmente são? Acompanhada ou sozinha.. não importa muito, importa? Sozinha você pode refletir mais, mas acompanhada passará o tempo mais rápido?Dúvidas e mais dúvidas apenas o que tenho é incertezas e é com elas que eu vou ter que viver, pois não posso trocar o ponto de interrogação pelo o de exclamação simplesmente por querer.
Se a vida para você não é justa, então porque você ainda está aí parado?
Taila F. Brasil
P.S.: No mesmo dia de 1 ano do blog, eu completei o post n° 100 de 2008, e acabei falando só disso e não do aniversário =}

Pensamentos aleatórios

"He may be not the love of my life, but he was my first... my first love.
This should mean something, right?"
Taila F. Brasil, pensando na vida depois do curso de inglês =)
"Ele pode não ser o amor da minha vida, mas ele foi meu primeiro... meu primeiro amor.
Isso deve significar alguma coisa, certo?"
Taila F. Brasil, depois de pensar melhor em português

[comentário] A Taila ama pensar em inglês [/comentário]

domingo, 30 de novembro de 2008

Sim! Não! ...para mim tá mais pra um Talvez!

Você gosta de quê?
De mim ou da sua música?
Largaria tudo...?
Porque eu sim.

Feche os olhos
Você vê uma guitarra
Ou você me vê?
É como uma multidão te gritando,
Sem você entender...

Se concentre...
É como dedilhar seu violão
Natural como nossa melodia
Impossível de decidir,
Não dá para separar
A música do que eu sou...

Ainda não entendo,
Deve ser pra ser assim...
Eu em rosa e você em preto.
Taila F. Brasil

sábado, 29 de novembro de 2008

Taylor... quem?


Taylor Swift!
Antes era ela ninguém (poucos, como eu, a conheciam), ela é sim uma ótima cantora, para quem não sabe ela canta country, acho que eu até já falei dela por aqui (fazia um sucessinho nos EUA com a música Teardrops on My Guitar, o clip é simplesmente perfeito!)...
Mas o que colocou ela na mídia foi... o Joe, um dos santos do JB, ter terminado com ela em uma ligação de 27 segundos! E o pior? Ela já está de namorada nova! A atriz Camille Belle, aquela que fez "10.000 a.C.", segundo depoimentos da Taylor sobre o fim do namoro, ela disse que o Joe "bonzinho" Jonas aparentava já estar tendo um caso com a Cami enquanto eles namoravam.
Então... Parece que a fama de "bom samaritano" do Jonas Brothers está acabando!
Primeiro o Nick, com a Miley (e falando nela, ela tá causando mó bafón lá nos EUA namorando o Justin Gaston, um modelo de 20 anos, ao que parece agora o Nick é realmente passado!) e a agora o Joe... Pra quem usava anéis de castidade, eles não estão se saindo tão bem assim, né?
A Taylor pelo jeito já está superando e lançou a música Forever and Always para o bonitinho aí em cima. Bem pra quem tiver a curiosidade de ouvir as músicas dela, eu recomendo!
Pra eu não ser má: a defesa do Joe
P.S.: O trailer final e legendado do "Crepúsculo" : http://www.youtube.com/watch?v=WZOuOqSi0TI

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Por aí e além (parte V)

Ao sair dali, meu plano parecia certo. Até que distraída, em meus pensamentos, esbarrei nela, bonita e loira, indo em direção ao banheiro. Voltei a realidade, senti a garganta seca, grunhi baixinho um "desculpe", ela passou direto, não se importando.
Sabia que só tinha duas coisas a me esperar, ou eu encontraria com ele sozinho a espera dela ou ele já haveria ido embora. Decidi não me preocupar e continuei andando, distraída com meus planos, só meus pensamentos, até que algo me fez parar, ELE me fez parar.
Taila F. Brasil

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Último show, mas não para sempre.



Sim! Se preparem porque esse é um post com muito do meu gosto!





Pra quem não sabe, a banda RBD acabou, mas só porque todo mundo é muito ocupado pra ficar viajando por aí fazendo showzins, eles também querem ter uma vida!


Não fiquei triste, claro... mas vou fiquei arrazada porque não vou poder ir no último show deles aqui no Rio =/

Se por caso eu tivesse com notas um pouquinho maiores, e ainda vai ter o show na Concepcione da STP, Jon Pepe e Odd Park (que eu já prometi a Alice ir, pra quem quiser ir também acho que é 10 reais =}). Mas nunca se sabe, sempre poderá haver um outro show.

Pra quem quiser saber:

Shows aqui no Brasil

27/11 - Porto Alegre

28/11 - Rio de Janeiro

29/11 - São Paulo

30/11 - Brasília

Bem... Não sei onde vão ser os show certinho, mas aqui no Rio vai se no HSBC Arena.

Lembrete pra quem vai em Sampa:

SURPRESAS PARA O SHOW [SP]- o último show merece uma atenção especial, um carinho especial, uma dedicação (de nós, fãs) especial!

SURPRESA PARA O RBD - SÃO PAULO ao fim da ÚLTIMA MÚSICA, provavelmente rebelde, TODOS começam a cantar :

Eu tenho tanto pra lhe falar

Mas com palavras não sei dizer

Como é grande o meu amor por você

E não ha nada pra comparar

Para poder lhe explicar

Como é grande o meu amor por você...

SIM, ELES VÃO ENTENDER(quanto a isso pode deixar que nós vamos garantir com que eles entendam)

enquanto isso estiver acontecendo, vão enxendo e soltando BEXIGAS de acordo com essa sequência:SETOR A - VERDE / SETOR B - BRANCO / SETOR C- VERMELHO



Bem.. o recado tá dado, quem for... Aproveite por mim!

domingo, 23 de novembro de 2008

Mundo afora pra dentro

O Rio de Janeiro é a Paris do Brasil, Já São Paulo acha que é Nova Iorque...
Porque não ser algo novo e único?
Quando teve um atentado nos EUA e disseram que poderia haver uma bomba em uma lixeira dos mêtros de NY, adivinha de que mêtro tiraram todas as lixeiras?
Se você pensou de NY errou! Foi em São Paulo que os mêtros ficaram sem lixeira!
E Paris.. o que posso dizer... uma decepção aos cariocas, falando nisso lá tem muito brasileiro!
O mêtro consegue ser pior que o nosso trem, é a torre eiffel é como o nosso Cristo Redendor, isso porque eu não falei dos museus (milhões que nem aqui!), mas lá não tem praia, o que não impede as pessoas de pegaram sol, já que ela fazem isso nos gramados às margens do rio senna e bem... é indiscutível que os cafés de lá são maravilhosos, mas se você não falar francês, ih... é melhor nem pensar em ir pra lá, tentar falar inglês lá só vai piorá a sua situação.
Então coloque na sua lista de coisas importantes a fazer antes de viajar: curso de francês!
As tendências primavera-verão, é pro mundo lá em cima outono-inverno, já começaram a aparecer... já se preparou pras férias?
Apesar de pra mim ainda faltar, muitas e muitas provas, eu ainda tenho, muita e muita demais, esperança, de passar de período. Pra mim esse semestre passou rápido demais, e com tantas festas, shows, saidinhas básicas eu acho que minhas notas baixaram (muito mesmo!) e agora tenho umas 2 ou 3 semanas pra recuperar o tempo "perdido", antes de aproveitar as benditas e tão esperadas FÉRIAS!

[comentário] se alguém for viajar, quero presentinhos, hein? O natal tá chegando... já fiz minha listinha pro Papai Noel, e você? ;x[/comentário]

[spoiler] Próximos post, "Por aí e além (parte V)" =} [/spoiler]

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Uma Vez - Séthica

Eu vi você jogar tudo pro alto
Abandonar de vez aquele jeito apático
Eu quis te ter por perto por muito tempo
Agora eu te quero a todo momento.

A sombra do teu corpo junto ao meu
Se desfez ao amanhecer
Por mais que eu tente entender
Não sou capaz de me pôr no seu lugar

difícil é viver assim
É se ter e não poder tocar
Mas se não tiver em quem confiar
Confie em mim, confie em mim

Nem tudo está perdido
Veja o sol lá fora, deixe entrar
E o que passou não voltará
Só se vive uma vez

Eu vi seu mundo todo desabar
Estremeci ao ver o seu rosto pálido
Você gritou meu nome sem esperança
E agora só te encontro em minhas lembranças

O cheiro do teu corpo em minha pele
Desapareceu ao bater da porta
Por mais que eu lute todo dia
Não sou capaz de me impor ao seu olhar

difícil é te querer aqui
É sonhar e ter que acordar
Mas se não tiver em quem se arriscar
Se arrisque em mim, se arrisque em mim

Nem tudo está perdido
Veja o sol lá fora, deixe entrar
E o que passou não voltará
Só se vive uma vez

Nem tudo está perdido
Veja o sol lá fora, deixe entrar
E o que passou não voltará
Só se vive uma vez

Isso te lembra alguma coisa?

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Desmoronando

Tá sei que vou odiar isso futuramente, mas vamos lá...
Problemas, problemas mas quem sabe ainda tem tempo.
Ontem decidi minha nova futura carreira, vou ser psicóloga (afinal, eu meio que já sou, ouvindo todo mundo, com as minhas filosofias de liqüidação e coisas do tipo), tá o que me faz pensar o porque eu ainda estou estudando química (EXTRA! EXTRA! A Taila já está em prova final de Inorgânicaa!).
Isso tudo pode parecer deboche, mas não é, é só meu novo EU. A nova EU não chora por notas baixas, problemas alheios, enfim... tudo(faz tempo que eu não choro), eu simplesmente ignoro e penso em outra coisa. Eu um dia vou estoura, evidentemente, não tem como "engolir tantos sapos" e simplesmente esquecer, só amnésia mesmo... hahaha. Decidi que é melhor rir do que, ou para não, chorar.
O futuro eu ainda não sei, alguém me dá uma bola de cristal? Mas ser otimista nesses casos ajuda mais do que ser realista.
Então esqueça que tá quase reprovando, que as duas provas mais difícieis que vão definir se você passa ou não são no mesmo dia, que seu projeto que é para ser apresentado daqui a 2 semanas só tem um manequim vestido pela metade e também ignore todos os problemas familiares e de seus amigos, ouça, mas não absorva!
Relaxe a mente, leia um livro, vá a um show um durma, durma muito!

Aí vai o meu desabafo, porque futuras psicólogas também precisam botar tudo para fora as vezes. =}


P.S.: Depois eu digo se deu certo, mas acho que a "Bomba-Taila" Vai explodir até o final do ano.
P.S.¹: Eu já escrevi a 5ª parte de "Por aí e além..." mas tô com preguiça e sem tempo para digitar aqui.
P.S.²: Eu preciso de férias.
P.S.³: Tô com saudades do povo passado.

sábado, 8 de novembro de 2008

Por aí e além (Parte IV)

Limpei os borrões de maquiagem no banheiro, respirei fundo tentando controlar as batidas do meus coração. Sentei na bancada rodeada de espelhos.
Para onde quer que eu olhasse, via minha imagem destruída no espelho. Nunca fui forte, mas aprendi a esconder os meus sentimentos e agora como se eu não pudesse mais me enganar, tudo veio a tona.
Não queria mais ficar lá, parada, com aqueles olhos idênticos aos meus, de alguma forma, me encarando. Camuflei meus sentimentos, decidi que hoje seria diferente daqueles últimos dias, eu ia sair, ia beber, não precisava mais do estudos para me esconder. Eu ia esquecer de tudo, pelo menos por hoje.
Taila F. Brasil

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Por aí e além (parte III)

Trocar os encontros diários com os garotos por encontros com a Fisico-química, até que não foi tão doloroso assim, até comecei a me esquecer dele. Mas não ia ser assim tão fácil.
Eu tava indo a mais um dos meus encontros depois da aula com as milhares de contas e reações químicas, ao passar pelo corredor aberto da faculdade que levava até a biblioteca, onde eu ia estudar diariamente, vi uma cena que me fez paralisar.
Parecia um dejá vù, só que dessa vez não era comigo, eu era uma mera espectadora. Ele estava com uma garota loira, que aparentemente fazia medicina ou algo do tipo (já que estava toda vestida de branco), exatamente como nós ficamos naquele dia, imóveis contra a parede, como se fôssemos uma pessoa só.
Senti meu rosto queimar ao lembrar de nós como nós, já que aparentemente não éramos mais isso, eu e ele. A minha visão ficou um pouco embassada, corri e entrei em outro corredor, que ia até o banheiro e aos fundos da biblioteca. Não sei se ele me viu, mas acho que ficou mais difícil de esquecê-lo.
Taila F. Brasil

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Por aí e além (Parte II)

Depois daquele encontro, as horas que passamos separados se passaram tão lentamente, que horas eram dias e depois pareciam semanas. Não o achava nos corredores, ninguém sabia, ou pelo menos podia me dizer sobre ele.
Deixei pra lá, afinal, minha vida não era só ele, eu tinha amigas que estavam preocupadas comigo e com a minha chamada "obsessão", eu tinha que estudar, porque já não estava tão bem assim e o tempo já estava acabando.
Me fechei, voltei ao meu mundo sem graça...
...sem ele.
Taila F. Brasil

Sola surda

O listrado da sua blusa
combina com o castanho do seus olhos
Sua Levi's skinny escura
O que você tem contra o azul?

Uma guitarra a tira colo
Sempre uma palavra na ponta da língua
Sempre um riso estampado no rosto
Nunca falso

Sua música sem sentido
Melodias sem rítmo
Acordes que se desencontram
Com a sua voz

Esquece tudo o que eu fiz
Pense no que não fizemos
Dois pares de All Star
Querem contar uma história

Taila F. Brasil

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Por aí e além (Parte I)

Ontem, um suspiro, um beijo, uma mordida na orelha.
Não sei se estamos juntos de novo, já fomos e voltamos tantas vezes, talvez seja para ser assim.
Ele não mandou nenhuma mensagem, mas me parou ao passar por mim no corredor. Com uma mão na minha cintura e outra no meu pescoço, me virou contra a parede e me beijou. Soltei um suspiro, misto de alívio, prazer e confusão, já não pensava no que ia fazer, passei meus braços pelo seu pescoço, pus minha boca de leve na sua orelha e ao mordê-la, soltei um gemido o que o fez estremecer.
Depois de um tempo parados naquela posição, o sinal do intervalo nos trouxe de volta a realidade, pessoas passando por nós, o mundo acontecendo e nós desejando ficar invisíveis ir a um lugar só nosso, onde nada fosse nos atrapalhar.
Voltamos para os nossos mundos, nossos amigos, para a aula chata de fisquí...
(continua...)
Taila F. Brasil

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Limão e Tequila

Ele vai andando com seu violão
Ele chega cedo, é só sobre nós
Tento encontrá-lo ao sair de casa, mas ele não está mais no portão
Sento na sua frante, canto ao ouvir música, bato o salto no chão
Passo por ele de carro, ele ainda tá na rua
Chega mais um, quebra o silêncio vergonhoso, tira a minha mente do nosso passado
Seu cabelo bagunçado
Seu cabelo bagunçado
Ainda molhado
Aquele casaco laranja
A velha blusa preta
Seu estilo simples de ser
Seu estilo Rockstar
Me conquista, prende o meu olhar
Olhos castanhos simples e belos
Sorriso torto que me seduz
Me pergunto: "Porque não fala mais comigo? Não manda mensagens ou até mesmo um sinal de fumaça?"
Mais pessoas chegam, vamos para sala
Seu rosto continua na minha mente
Você senta na minha frente novamente
O silêncio parece ser a única coisa entre nós
O silêncio parece ser a única coisa entre nós
Queria que tivesse algo mais...

Taila F. Brasil

domingo, 2 de novembro de 2008

Livros ou Adaptações

Novos começos ou história a risca?
Eu ia adiar esse post de novo, mas ia acabar nunca saindo, então aí vai um crítica saudável.


Gossip Girl
Livro x Seriado

Serena boazinha? Jenny sem-peito? Romance entre a, no livro ausente, mãe da Serena, e o, no livro nem um pouco sexy e muito relaxado, pai do Dan? Chuck e Nate melhores amigos? Chucky bonito? Dan não viciado em cigarros e café? E cadê a Vanessa careca e super branca que nós amamos/odiamos? Cadê o Nate chapado? E... onde foi parar o Padrasto e o meio irmão fofo da Blair? Eric gay e mais novo do que Serena? Cadê o Eric gostosão de Brown?
Na adaptação para a TV, gossip girl passou a ser muito mais leve, sem muitas drogas e sexo. A primeira temporada foge completamente a coleção de livros, a escritora, Cecily, disse que a série de TV é uma realidade paralela a do livro, uma história com a mesma base, mas diferente.
Mas segundo, Blake Lively, que interpreta a Serena no seriado, na segunda temporada sua personagem estará mais conforme o livro. "será interessante vê-la voltar a farrear um pouco, ver quem ela realmente é" diz Blake.
+ : http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=41518682&tid=2567127623870305115&start=1
A Irmandade das Calças Jeans
Livro 1 x filme 1

Falando em Blake... Ela começou aqui, assim como a America Ferrera. O 1° filme, que foi aos cinemas e não fez tanto sucesso quanto o esperado aqui no Brasil, é bem fiel ao livro. Lógico que não completamente, mas o que podemos fazer. Principais diferenças:
O Eric é latino e não loiro.
A família Kostas (Kostos no livro) e de Lena brigam por causa deles dois, não é uma briga antiga.
Lena tem uma irmã no livro que vai com ela para Grécia.
Tiby tem 2 irmãos menores.
Bridget tem um irmã gêmeo.
Aparentemente há um clima entre Carmen e o novo irmão dela Paul.
A ordem da passagem das calças é Lena, Tiby, Carmen, Bee, Carmen, Tiby, Lena e Bee.
Carmen vai sozinha ao casamento do pai dela.
E Lena vai encontrar com Bee no México para ajudar a amiga.
Mas tirando esses detalhes é uma das únicas adaptações que eu gostei.

Livro 2,3 e 4 x filme 2

Vou falar pouco, porque ainda não li os outros livros e o filme 2 ainda não saiu ainda, mas já foi gravado (é capaz de ir direto para DVD, nem passar pelo cinema =/). O filme 2 é a adaptação dos outros 3 livros da série, é tudoo que eu sei até agora. Quando sair o filme eu vou falar mais.
Sex and the City
Livro x Seriado x Filme

Perfeito, é praticamente como deveriam ser todas as adaptações! Ao ler o começo do livro e ver os primeiros episódios do seriado, você vai reconhecer as falas, os trechos do livro, tudo...
Crepúsculo
Livro x Filme

O filme só vai chegar por aqui na semana antes do Natal, mas já pode se falar que o livro é infinitamente melhor. A escolha dos personagens é um dos primeiros erros que os fãs notaram.
Sim! O ator escolhido para ser o Edward é lindo, mas comparado aos irmãos dele ele não deveria ser, em uma das primeiras cenas do livro, Bella repara nos 5 irmãos (Jasper o mais bonito, Emmet o mais forte e Edward o não mais bonito nem mais forte. Alice que parece uma bonequinha com um andar gracioso, parece dançar em vez de andar e Rosalie a garota mais linda, loira de cabelos grandes, parece um modelo), agora pela versão do filme... é melhor nem comentar né?
E a Bella? Desculpem me, mas não tem nada a ver!
Esme a "mãe-vampira" não deveria ter um rosto em forma de coração?
Uma cena que eu tô louca pra ver é a cena da campina, ou ela vai ser muito boa ou muito ruim!
E na adaptação para a Telona muitas coisa foram mudadas, eu prefiro o livro!
+: http://www.filmes-de-terror.com/tag/taylor-lautner/
P.S.: Eu te amo
Livro x Filme


Para quem só viu o filme, ele é perfeito. Mas se você teimou em ler o livro antes (como eu fiz quando descobri que tinha um livro) é um péssima a adaptação!
Para começar a história deveria se passar na Irlanda (no filme se passa no EUA). No filme, a família de Holly se desintegrou e só sobrou a irmã (não tão maluquinha como no livro) e a mãe, que foi abandonada pelo pai (???), para quem não sabe no livro Holly tem 3 irmãos homens (um mais velho, um mais ou menos da idade dela e um mais novo) e a irmã dela (super maluca, cabelo colorido, que foi morar na austrália e lá descobriu o amor) e o pai dela é ao que parece um bom pai e ama a mãe dela.
Ainda no livro, a profissão escolhida por Holly é numa revista e no filme ela vira designer de sapatos! No filme um ultra absurdo acontece, ao viajar para Irlanda (um dos presentes que ela ganha, mas no livro como ela já está na Irlanda ela vai para Espanha) ela dorme com o ex melhor amigo de Gerry! No livro, só no final ela volta a sair com alguém (um cara que já havia chamado ela pra sair antes, no mercado). Mas a intenção foi boa, né?
Harry Potter
Livro x Filme


Nunca li o livro, tenha que admitir, mas meus amigos já...Eles disseram que as primeiras adaptações forma boas, mas daí pra frente começaram a cortar tudo (também vai querer fazer um filme de apenas 2 horas para o 5° livro, que é gigaaaante!).
Diário da Princesa
Livros x Filmes

Pode se começar dizendo que a culpa é da Disney! O primeiro filme chega perto de ser fiel ao livro, mas podemos deixar claro que a Mia é loiraa!
Já no segundo a história é completamente outra! Não tem praticamente ou realmente nada parecido com o livro. Tadinha da Meg!
Para quem não sabe, a Meg Cabot, ainda não terminou de escrever a série do Diário da Princesa, mas nem todos os livro estão disponíveis em Português (esses são os livros "meio") e os que chegaram aqui tem uma tradução horrenda feita pela Ana Ban (a.k.a. Ban.Ana), que tentou adaptar a história americana para o Brasil (exemplo: lá nos EUA, o high school - ensino médio - tem 4 anos de duração e as aulas começam no meio do ano, depois do verão deles, nosso inverno).


Não são todos, mas tá aí minha opinião.
Leiam, Vejam e Falem o que vocês acharam!
Mais sobre livros?
A Mai, que comentou aqui no outro post, é dona desse über-blog que fala de um montão de livros. =}

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Saber lidar ... (LUTO)

Acho que posso ser uma boa conselheira, ouvinte e um ótimo ombro amigo para desabafar, mas tem um coisa (acho que única), que eu ainda não aprendi a lidar (mesmo ela acontecendo com mais freqüência - infelizmente): A Morte.
Eu posso ouvir, mas fico sem sentidos. Não sei se choro, fico triste, arrisco um "Vai tudo ficar bem!", fico calada, conto uma piada, chamo pra sair ou alguma coisa feliz, então eu acho que eu simplesmente me afasto, até tudo ficar um pouco melhor. Não tenho medo da morte, mas também não sei o que ela causa quando ocorre muito perto (com uma pessoa da família ou coisa assim).
Nunca me disseram "Meus pêsames!", "Meus sentimentos", "Sinto muito pela sua perda!" e acho que pode ser por isso que eu não consigo dizê-los. Me parece soar um tanto falso, vindo de alguém que pegou apenas a parte triste e final de um história. Mesmo me importando com o sentimentos dos outros (mais do que com os meus, na maioria da vezes) e sentido tudo o que os outros sentem, esse sentimento, dor, ou lembranças, são algo que eu não me considero digna de sentir (seria muito falso da minha parte, poderia até parecer uma zombaria chorar - é como se eu estivesse atuando, tentando sentir o que eu não sinto e sim o que a pessoa sente).
Pode haver motivos felizes ou tristes, para lágrimas ou olhares. Mas sei quando é tempo de ficar longe, mas não sei o tempo de voltar, e às vezes continuo me afastando mais e mais... até não estar mais lá.
Sei que parece hipócrita, mas não é por querer. Dizer que não posso evitar seria mentira, mas tenho medo de tentar. Desvendar a morte é algo que foge do meu mundo, cada um lida de um jeito com ela, pode questioná-la, mas é em vão, ela não vai voltar no tempo e escolher outra pessoa, nem responder suas perguntas...

Acho o que me resta a dizer é... Viva e deixe morrer.

Em Homenagem:
À todos que perderam alguém
e
À todos que foram para o além de nossa compreensão.

domingo, 26 de outubro de 2008

livros, livros e ... tá na hora de começar a estudar!

Eu prometo que tento no próximo post falar sobre livros bons e baratos na internet (com frete grátis)!
Afinal esse post ia ser sobre isso, mas como eu queria fazer algo bonitinho com fotos (dos livros que chegaram - rápidinho - pelos correios) e é claro indicar livros (o que me lembra que depois eu também vou fazer um top das melhores e piores adaptações de livros - que viraram filmes ou seriados), mas como eu quero que tudo fique perfeitinho eu vou fazer isso amanhã ou depois (amanhã milagrosamente eu não tenho aula, então vou cozinhar), mas eu PROMETO pelos meus livros novos que eu vou postar!
Então sobre o que vai ser esse post?
sobre nada mesmo...
só um texto da última aula de português, que por acaso eu gostei...

O Adeus
Rubem Braga

No oitavo dia sentimos que tudo conspirava contra nós. Que importa a uma grande cidade que haja um apartamento fechado em alguns de seus milhares de edifícios; que importa que lá dentro não haja ninguém, ou que um homem e uma mulher ali estejam, pálidos, se movendo na penumbra como dentro de um sonho?
Entretanto a cidade, que durante uns dois ou três dias parecia nos haver esquecido, voltava subitamente a atacar. O telefone tocava, batia dez, quinze vezes, calava-se alguns minutos, voltava a chamar; e assim três, quatro vezes sucessivas.
Alguém vinha e apertava a campainha; esperava; apertava outra vez; experimentava a maçaneta da porta; batia com os nós dos dedos, cada vez mais forte, como se tivesse certeza de que havia alguém lá dentro. Ficávamos quietos, abraçados, até que o desconhecido se afastasse, voltasse para a rua, para a sua vida, nos deixasse em nossa felicidade que fluía num encantamento constante.
Eu sentia dentro de mim, doce, essa espécie de saturação boa, como um veneno que tonteia, como se meus cabelos já tivessem o cheiro de seus cabelos, se o cheiro de sua pele tivesse entrado na minha. Nossos corpos tinham chegado a um entendimento que era além do amor, eles tendiam a se parecer no mesmo repetido jogo lânguido, e uma vez, que, sentado, de frente para a janela por onde se filtrava um eco pálido de luz, eu a contemplava tão pura e nua, ela disse: "Meu Deus, seus olhos estão esverdeando":
Nossas palavras baixas eram murmuradas pela mesma voz, nossos gestos eram parecidos e integrados, como se o amor fosse um longo ensaio para que um movimento chamasse outro: inconscientemente compúnhamos esse jogo de um ritmo imperceptível, como um lento bailado.
Mas naquela manhã ela se sentiu tonta, e senti também minha fraqueza; resolvi sair, era preciso dar uma escapada para obter víveres; vesti-me lentamente, calcei os sapatos como quem faz algo de estranho; que horas seriam?
Quando cheguei à rua e olhei, com um vago temor, um sol extraordinariamente claro me bateu nos olhos, na cara, desceu pela minha roupa, senti vagamente que aquecia meus sapatos. Fiquei um instante parado, encostado à parede, olhando aquele movimento sem sentido, aquelas pessoas e veículos irreais que se cruzavam; tive uma tonteira, e uma sensação dolorosa no estômago.
Havia um grande caminhão vendendo uvas, pequenas uvas escuras; comprei cinco quilos. O homem fez um grande embrulho de jornal; voltei, carregando aquele embrulho de encontro ao peito, como se fosse a minha salvação.
E levei dois, três minutos, na sala de janelas absurdamente abertas, diante de um desconhecido, para compreender que o milagre acabara; alguém viera e batera à porta, e ela abrira pensando que fosse eu, e então já havia também o carteiro querendo o recibo de uma carta registrada, e quando o telefone bateu foi preciso atender, e nosso mundo foi invadido, atravessado, desfeito, perdido para sempre — senti que ela me disse isso num instante, num olhar entretanto lento (achei seus olhos muito claros, há muito tempo não os via assim, em plena luz), um olhar de apelo e de tristeza onde entretanto ainda havia uma inútil, resignada esperança.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Se eu me matar de estudar, qual a probabilidade de moi passar direto?

Digamos que depois de receber minhas primeiras (e über baixas) notas, eu tenha pensado em me dedicar integralmente (humpf! até parece!) aos estudos (pelo menos em teoria), para quem sabe que talvez eu tenha a chance (mesmo que mínima) de passar direto.
Segundo teses probabibalísticas (isso existe?) eu devo ter por volta de 3/8 (é o que eu espero) de chances positivas de passar direto, se parar com a vagabundagem, parar de matar aula, começar a copiar a matéria, fazer os deveres de casa (e de aula também), parar de conversar nas aulas e ler livros que não são da matéria (o que me lembra que os livros que eu comprei pela internet chegaram hoje e eu não vou poder ler já que tenho prova de matemática amanhã - em breve post sobre hot sites para se comprar livros) e estudar pelo menos 2 horas após o horário de aulas.
E é claro que existe vida além do estudo, vida que vai ser sufocada pelo estudo extra.
(curso de inglês -mais estudo - academia, dormir de tarde - tem coisa melhor? - shopping, cinema, festas, clube -Bye, Bye Vida Social!)

E como eu já deveria tá mimindo, porque amanhã tem a mega prova de mat, é melhor eu parar por aqui e ir sonhar como a minha única nota alta (alguém tem dúvidas de que matéria foi? - Português)....

Bons Sonhos

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Hot choco e pão de queijo para o Eclipse

A chuva caindo lá fora, deve estar por volta de uns 15°C, um dia bem normal, o pelo menos seria em Forks. Quem leu (e se apaixonou pela série de livros da Stephenie) sabe do que eu estou falando. É impossível não se transportar, mentalmente, para a ficção de "Crepúsculo" num dia que se iguala a um dia na cidadezinha chuvosa de Forks, lugar onde a Bella vai morar com o pai, depois do segundo casamento da sua mãe, e acaba descobrindo que lendas não são tão lendas assim e que nada mais parece ser impossível.
Esse meu novo vício me fez parar de ver TV, dá um tempo na internet e se eu pudesse eu parava de sair de casa por um tempo, mas agora que eu já passei do meio, o desespero começou.
Eu me apego muito aos personagens e a história, só mais alguns capítulos e um livro (não estou contando o "Midnight Sun" - "Sol da Meia-noite" - quinto livro da série que ainda está sendo escrito e que conta a história do "Crepúsculo" pelo ponto de vista do Edward) e eu sei que imprevisivelmente eu vou sonhar com lobisomens e vampiros, e depois de um tempo se eu não arrumar outro vício, eu vou acabar entrando em depressão (pode parecer besteira, mas aconteceu isso com "A mediadora" - outra história fofa e muito parecida com "Crepúsculo" escrita pela Meg Cabot).
O terceiro livro da série, "Eclipse" - que só vai ser lançado em português aqui no Brasil em janeiro de 2009-, prende muito a sua atenção (principalmente quando te falam que é um dos melhores livros da série - mas aí vai por questões de gosto, já que criticaram tanto o segundo e eu me emocionei muito com ele, chorei cachoeiras) [momento spoiler] Jake e Edward se unem (um trégua) para tentar manter a Bella a salvo dos perigos que aparecem nesse livro, mas ao mesmo tempo eles vão estar disputando a atenção e o coração de Bella. Diamantes é o que eu posso dizer. Edward, Bella e Alice finalmente se formam do High School, Na festa de formatura organizada pela Alice na casa dos Cullen, Jacob dá de presente para Bella uma pulseira com um lobo esculpido em madeira (que ele mesmo fez) e mais tarde Ed dá um pingente de coração para ela colocar na pulseira. [/momento spoiler] é melhor eu ir parando se não eu vou acabar contando o livro todo, um dos meus capítulos preferidos desse livro é o "20 - Compromisso" , enfim... vou deixar para quem quiser ler o livro.
Eu prometo que não vou estragar a vida de vocês até marcarem a data do lançamento de "Amanhecer", o 4° livro, em português. até porque eu vou re-ler tudo em inglês para me ocupar até lá, e ainda vai ter o filme (que bem... na minha opinião vai estragar tudo de perfeito do livro!) em dezembro aqui e em novembro lá nos E.U.A. (tentem resistir e não baixar, eu prometo tentar, mas provavelmente não vou conseguir esperar um mês pelo filme.), Quem sabe a autora não resolva até lá fazer tipo um final alternativo, tipo... você poderia escolher o final o livro 4 ou o final desse novo livro o 4.2 (digamos assim).

[comentário] Com o frio de hoje a Taila não resistiu e tomou um chocolate quente e comeu pão de queijo =}[/comentário]


"O mundo inteiro acordar, pra gente dormir" - Barão Vermelho

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Lua nova em overdose

Causa dependência.

Digamos que eu não esperei as provas passarem para comprar e ler "Lua Nova", e agora começo a sentir a depressão e a falta do que fazer misturada com a preguiça de estudar. Comprei o livro no domingo, junto com meu All Star lindo xadrez, e acabei de terminar de ler.

[spoiler] Tem muito a ver com "Romeu e Julieta"! Amei profundamente e ainda chorei de soluçar nos primeiros capítulos, mas depois conseguir ir controlando o choro, então preparece psicologicamente antes de começar a ler! E sim, um auge (que me fez questionar) Edward vem pro Brasil, mas exatamente para o Rio de Janeiro! (ainda não entendi como um vampiro pode ser discreto no ensolarado Rio - se bem que ultimamente o tempo tem estado meio longe disso e cheio de chuva - e um aviso para os americanos: O BRASIL FICA NO MESMO CONTINENTE DO E.U.A.!! [/spoiler]

Tem gente que não gosta muito do 2° livro, mas eu simplesmente amei! E agora vou ficar sendo a assombrada até ler o "Eclipse" (que vai demorar um tempo até chegar aqui o Brasil em português, pelo menos nas livrarias =/) e tô evitando o 4° livro já que acidentalmente eu li um spoiler (indicado com "info") gigante e podre sobre esse. E também o 4° é o último livro ( outro motivo para evitar), a versão em english dele é maior do que Harry Potter 5! e vamos concordar que é gigantee!

Então acho que eu deveria me concentrar em estudar para a prova de Orgânica de sexta, mas devo acabar dando uma espiadinha no eclipse traduzido na comunidade do orkut: Traduções de Livros
Fazer o que se eu sou curiosa, falando em curiosidade...
o filme deve estragar o livro (para variar), mas quem saiba ainda tem esperança. Mas já desconsidere os atores! Com todas as pessoas que eu já falei até agora (que leram o livro) se decepcionaram com a escolha desses ("HELLOWW? A BELLA NÃO TINHA CABELO RUIM E NÃO ERA BONITA?"), deixando as fustrações de lado, vou comprar, enfim, o DVD do "10 coisas que eu odeio em você", minha desculpa perfeita pra isso? um trabalho de literatura! =}

"Mas você não vai ficar comigo de nenhuma outra maneira"
(Bella Swan)

sábado, 27 de setembro de 2008

Crespúsculo na época de provas

Pra que provas?
Eu, sinceramente, não suporto isso! Talvez seja um mero artifício usado pelos professores para a gente estudar, prestar atenção no que eles dizem ou simplesmente para vingar seu passado de aluno.
A ÚNICA matéria em que eu tô bem é literatura, em que eu gabaritei =}, mas tirando isso, eu tô terrível em inorgânica e FisQuí! (isso eu considero tirar menos de 20% da prova)
Matemática dá pra levar, Física e Biologia também, Geografia ainda não sei (mas é uma matéria que eu até gosto..), Português acho que não tô tão mal assim e Orgânica espero lembrar de todas as milhões de funções!
E o pior é que eu tô morrendo de curiosidade pra ler "Lua Nova", da Stephenie Meyer (livro 2 da série crepúsculo) - eu recomendo! para muito com "A Mediadora", da Meg Cabot - Mas não posso ler por que tenho que estudar para as provas e fazer milhões de relatórios (o que me faz lembrar que o período tá apenas começando, só vai acabar a tortura em dezembro - espero!).
Vou tentar parar de sair um pouco, assim eu vou começar a ter mais tempo livre, se bem que... eu tava lendo "Crepúsculo" até na academia! Então logo, logo devo começar e terminar os 3 livros da série e o 1° capítulo do 4° livro (em português) e depois ler tudo em inglês!
Depois ou fazer um post de motivos para se ler o "Crepúsculo" e uma lista de livros que eu mais gostei de ler (quase todos que eu li eu gostei, quando eu não gostava eu simplismente parava de ler).

"Quero ficar com você - Era mais fácil dizer isso no escuro, sabendo, ao falar, que minha voz não me trairia, trairia meu vício irremediável"
(Bella Sawn)

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Quantos peixes ainda têm no oceano?

Incrivelmente, não tem nada a ver com com ecologia, é sobre aquela expressão "Ainda tem muitos outros peixes no oceano" que alguém cisma em dizer quando você (provavelmente) deu/recebeu um pé na bunda.
Mas quanto exatamente seria esse muito? Porque, aqui no Brasil, tem (muito) mais mulher do que homem, e desses você ainda subtrai: os gays(a não ser que você faça com que ele vire hétero), os comprometidos (seriamente), os muito mais velhos e os terrivelmente mais novos, não sobra tanta opção assim, viu?
E depois ainda tem aquele terrível caso do "gostar de quem não gosta de mim", que acontece com pelo menos 95% da população feminina do mercado (incluíndo, principalmente, eu). Nós não somos muito exigentes, apenas seletivas, afinal, você não levaria injeção na testa só porque é de graça.
Agora, aonde estão os tantos outros peixes do oceano?
Se alguém souber me avisa.

[comentário] A Taila sempre quis ter um melhor amigo gay (com muitos amigos héteros lindos) [/comentário]

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Viva la Vida

Eu tava conversando com uma amiga, Marcela, e ela falou que tinha falado para a "irmã mais velha" dela para quando tivesse tempo respondesse o que era a vida e o que era viver para ela e a irmã dela achou muito interessante ela ter perguntado isso. Então eu falei que essa pergunta era bem a cara dela e ela pediu para depois eu responder para ela o que é a vida e viver para mim.
Será que ter respirar, ter um coração batendo, é viver? Acho que não. Viver é o que você faz com esse ato de respirar, tipo, comer brigadeiro de panela numa dia frio vendo um filme bem clichê que tá passando na TV, ou se arriscar ao dar um "oi" para aquela pessoa, enquanto seu coração tá a mil...
Viver para uns pode ser só vegetar, tá ali porque acha que tem que tá.
Mas ser inerte (olha a física aí! hahaha) deve ser meio ruim, é como se fosse um estado de coma eterno, você vira um "vegetal".
A vida pode parecer cruel aos olhos de uns, mas quem não gosta de relembrar como saiu daquela fossa e falar que aquilo foi a melhor coisa que podia ter acontecido? Ou que por causa de um castigo/reprovação/demissão descobriu realmento do que gostava e talvez tenha conhecido alguém muito especial por esse motivo?
A vida é o ato de viver (por definição), mas nesse viver você vai errar, estragar tudo, chorar, encontrar respostas, fazer mais perguntas, descobrir sentimentos, acertar, salvar o mundo de alguém, relembrar momentos engraçados e vai descobrir a sua própria definição de vida.

Então dá próxima vez que me perguntarem o que é a vida, eu vou simplesmente responder:
"É aquele grão de areia que tem na praia, aquela gota de chuva que caiu ontem, foi tudo o que eu já senti e tudo o que eu não sei"
[comentário] A Taila acredita em "carpe diem" e que você deve fazer as coisas que você acredita.[/comentário]

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Futebolizando

Hum.. quer saber? Eu não sei nada de futebol, então tive a magnífica (idiota) idéia de jogar no google e torcer para achar alguma coisa. O problema é que eu achei coisa demais (eu deveria ter lembrado que esse é o "País do futebol" ¬¬'), mas não entendi nada!
No wiki tem uma parada ENOOORME explicando o que é futebol, os tipos de futebol, as quadras e estádios, curiosidades e até o que é uma balisa (que eu ainda não sei o que é ¬¬), nada de importante, eu acho (eu não sei o que seria importante).
Nos outros sites do google são resultados de jogos, outras definições, situação atual de compra e venda de jogadores, blog de fanáticos, site de times e uma infindade (palavra bonita, né? hahaha).
Eu não entendi nada!
Coisa que eu sei de futebol:
- O Flamengo já foi mais vezes vice do que o Vasco.
- O América foi o time mais vezes vice.
- O Sr. Posh, O Pato (que tá noivo! da irmãzinha do Kayky Britto, Stephani Britto) e o Kaká (bom moço e agora papai) são uns dos motivos para eu assistir futebol (caso eles joguem, claro)
- A violência nos estádios é muito grande (mas não é pra ficar se cagando de medo também - eu já fui assistir um jogo no Maraca com meu mp4 e não fui assaltada e olha que era jogo do flamengo)
- Assistir jogo de futebol no estádio (de cadeira) não é tão legal assim (só é um bando de torcedores sentando e levantando o tempo todo, sem falar nos palavrões e que ninguém narra o jogo pra você! - você tem que entender sozinha que foi pênalti, escanteio, falta e que o intervalo começou ou o jogo acabou! - por isso que eu levei meu mp4)
- O impedimento é muito complexo de se explicar assim como é de se entender (só depois de mil pessoas me explicando que eu fui entender, mas não me peça para explicar!)
- Não tem muitos jogadores gatos no Brasil (na Europa tem um monte!)
- Existe uma torcida gay no flamengo - a "flagay" (primeira torcida organizada gay do Brasil)
- A sede do Fluminense fica em Laranjeiras
- Não sei por que o Brasil todo pára quando tem jogo da seleção - ninguém vai ganhar dinheiro com isso vai? (eu acho que os jogadores não tão nem aí se ganham ou perdem, eles continuam recebendo. Eles recebem até quando tão mijando ou comendo alguém!) - na última copa eu torci muito contra o Brasil! (afinal tinha acabado de comprar uma blusa do Brasil com 5 estrelas!)

Bem resumindo tudo, é meio que só isso! Vai... eu sou uma garota que não é muito fã de perder 1 hora e meia vendo uma partida de futebol (a não ser que tenha pessoas interessantes envolvidas) e claro, que pode ser importante pra muita gente e tem coisa melhor do que não ter aula por causa de uma partida que o Brasil vai jogar?
Mas para mim, futebol continua sendo:
Um bando de homens suados correndo atrás de uma bola!

domingo, 14 de setembro de 2008

Greve! Greve! Greve!

Não esse não foi o motivo pelo qual eu passei uma semana (praticamente) off. Afinal, greve de que eu poderia fazer (como meu ex-fessor de teatro falava, vou revindicar que quero mais catupiry no salgado da cantina?!). Resolvi dar uma trocada do mundo virtual para o (suposto) mundo real, dar uma saidinha, sabe? (ou simplesmente pode ter sido uma desculpa pra não ter que vir aqui postar, ah.. tudo é relativo! hahaha)
Essa semana ao tenta "aproveitar" mais a vida, digamos que, algumas coisas foram "perdidas", como algumas aulas nada importantes (até parece!) e muito dinheiro gasto (com besteiras, como meu novo chaveiro de bola n°4 de sinuca/bilhar, nunca sei a diferença, tem diferença?), mas eu ainda tô viva, né? Resumindo, eu dormi algumas horinhas a mais, fiz comprinhas inúteis, perdi "sem querer" umas aulinhas e engordei uns 30 kg (exageraaaaahhhhda!).
Mas quem se importa com a minha vida, né?
Quero ver se faço uma edição moda aqui, com os projetos da minha "até-agora-só-no-papel-Nova-Coleção", e falar um pouquinho das novas tendências primavera verão e quem sabe amanhã eu fale de futebol e destrua meu conceito básico do que é futebol (um bando de homem suado correndo atrás de uma bola, e não é isso?)?
Voltando a tal Greve...
Só vai dar pra explicar direito daqui a, mais ou menos, uma semana.

É só mais um protesto (pense nisso).
Site do dia: Sr. Palhaço

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Musical'idade

Olhe pro lado (ou no orkut), hoje em dia, estamos saturados de bandinhas novas, é tanta opção que fica até meio difícil de aparecer aí no meio. Estamos na "Nova Era da Música".
A um lado bom nisso, os ouvintes tem milhões de opções novas a cada dia de bandas para gostar (e odiar também). Mas esse mercado estando saturado (quase um super saturado, muito coisa mesmo!) é meio ruim para as bandas novas que somem nesse mar de novidades e tem que cada vez mais buscar seu espaço para não sumir. O fato de ter o mundo da web também ajuda, você divulga sua banda on-line, faz propaganda dos seus show, hospeda suas músicas em um site para as pessoas ouvirem, Busca sobresair e aparecer mais (quem sabe um olheiro de uma gravadora não te encontre na web?).
Eu tô sempre buscando bandas novas (é um saco sempre as mesmas coisas para ouvir no mp4) e sempre tem bandas me adicionando no orkut (pode add, eu sempre aceito), afinal os caras têm mó trabalhão tentando divulgar, vale dar uma forcinha, né?
Eu também participo de um projeto (Projeto Geringonça), que ajuda a divulgar trabalhos autorais de bandas (poesia, teatro, dança, cinema, artes plásticas, fotografia, moda, mediação de palco, ...) abrindo espaço para elas fazerem shows de graça no palco do SESC Tijuca (esse é só um dos sub-projetos do do Geringonça, o Amostra Grátis).
Eu separei umas bandas "novas" que vale a pena dá uma checada!

Odd Park
Porquê? Além de ser um som bom, as letras são engraçadas e grudam da sua cabeça.
Música Preferida? "Luiza"

Jon Pepe
Porquê? Tem um estilo diferente, um mix único.
Música Preferida? "Jack Estripador"

STP (Straight to the Point)
Porquê? Eles tem o estilo mais calmo, bandinha. As letras são lindas.
Música Preferida? "Atroz"

Fuzzcaz
Porquê? A banda lembra muito o estilo do Ludov, a vocalista é uma fofa (parece uma bonequinha) e no show tem direito até a bolhinha de sabão.
Música Preferida? "Deveras"

Excarpe
Porquê? É o estilo bandinha playsson (digamos assim), mas continua sendo muito bom.
Música preferida? "A Mais Bela Flor"

Ctrl F13
Porquê? É, como eles se auto definem, um HC vagabundo. Tem como influências Mamonas assassinas, CPM 22, Offspring, Cueio, Raimundos e Blink.
Música Preferida? "Lembranças de Tera a tarde"


Woofer
Porquê? Só escutei âncora, mas já amei! As influências da banda fora o que me chamaram atenção pra ela.
Influências: Taking Back Sunday (é muito raro alguém aqui no Brasil conhecer TBS, então ganhou pontos comigo) e Blink.
Música Preferida? "Âncora"

Dawat
Porquê? É uma mistura muito boa de Rock com Ragga.
Música preferida? "Paz"

Banda Acne
Porquê? Um rock diferente, ousa nas misturas.
Música Preferida? "Minha Garota"


Resumindo:
Filhos da Judith
Drops 96
Banda Já Eh
Devaneio Rock
Bicolor
Mr Macs Pop
Resistência
The Mads
Marília Gomes

É isso gente, espero que você gostem pelo menos de algumas.

Obs.: Mais informações sobre o Projeto geringonça, é só ir no perfil deles ou na comunidade no orkut ou no blog.
Profile
Comunidade
Blog

Mary Jane Kelly

Ela morreu, foi assassinada
a 5ª vítima,
morreu desolada,
Ela dormia.

Dizia-se mulher da vida,
não prostituta,
Por que ela?
era a última da lista.

Um massacre dos tempos de vela,
Misterioso galante rapaz
Cortou-lhe a garganta,
E seu coração não baterá mais.

Ele oferecia uvas,
As atraía.
Na bebida
Um doce veneno.

Ela viu uma a uma morrer,
Eram sua família, o que a fazia sofrer.
todas aquelas gargantas cortadas,
sangue jorrando pelos becos e praças.

Ela queria voltar a Irlanda,
Ter filhos, uma família de verdade.
Mas teve a fatalidade
de esbarrar com o tal,
de Jack Estripador.


In love memory of Mary Jane Kelly
(Taila F. Brasil)

sábado, 6 de setembro de 2008

Do jeito que eu sou

Parece até título de besteirol americano, onde o garoto mais popular da escola se apaixona por uma garota não-popular, invisível, acidentalmente. Mas isso não tem nada a ver com eu quero dizer.
Algumas pessoas tem vergonha de falar que gostam de algo, só porque vão ser julgadas, Eu não!
Qual é a graça gostar de tudo que os outros gostam (um dos motivos pelo qual eu não gosto de banda-modinha-que-só-tem-um-sucesso), afinal se você gosta deve ter um motivo, seja ele fútil ou não, é o SEU motivo para gostar.
Pessoas, em sua maior parte, dizem que meu gosto músical é trash, e de certo modo é, mas não significa que por isso eu vá ouvir qualquer idiotice que toque por aí. Como... Calipso, Catch Side, LiLo, Mariah Carey são realmente cantoras/bandas que eu não gosto.
Sim eu gosto de Sandy e Júnior (a voz da Sandy é perfeitaa! e tem letras bem legais nos últimos CDs), RBD (algumas músicas, só acompanhei até o 3°, e acho que o 1° CD foi o melhor), HSM e Camp Rock (já parou para ouvir o que as letras tem para te dizer?), Taylor Swift (sim eu amo country), Hilary Duff (não gostei do último CD dela, vai... eu gosto da fase mais infântil dela!), entre outros, assim como eu gosto de Pitty, Rita Lee, Marisa Monte, Cazuza, Ana Carolina, Kate Nash, Kate Perry, Joss Stone, Guns'n'Roses, [propaganda]Excarpe, Odd Park, Jon Pepe e STP -> bandinhas alternativas legais que vale a pena ouvir[/propaganda] e coisas consideradas normais pela sociedade.
Apesar de ser muito tímida (só no começo), me visto do jeito que eu gosto, pinto o meu cabelo da cor que eu quero e não tenho vergonha de negar meu trash gosto musical (gosto de QUASE tudo um pouco). Melhor do que ser alguém que finge ser quem não é e mente sobre o que gosta só para agradar, ou que tem a mente fraca e segue os outros sem pensar.

[comentário] A Taila é feliz sendo quem ela é e não tem vergonha disso.[/comentário]

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Saiba mais.

... para pessoas idiotas sem nada pra fazer! (tipo eu a-morta-de-sono-que-não-quer-dormir-com-medo-das-provas-de-amanhã)

1. Qual é a sua maior qualidade?
R: Ser amiga (isso é uma qualidade?)

2. E seu maior defeito?
R: Ser MUITO sonhadora e/ou colocar os outros sempre a minha frente

3. A característica mais importante em um homem?
R: Fisicamente? os olhos e os cabelos *-* Agora... por dentro... tem que gostar de mim(não sou tão exigênte assim...)

4. E em uma mulher?
R: Que não seja falsa.

5. O que você mais aprecia nos seus amigos?
R: Que eles me aturam e me ajudam a tomar decisões e enfrentar meus medos (kúti-kutí)

6. Sua atividade favorita é…
R: Pensar... alguma dúvida em relação a isso? e durmir =}

7. Qual a sua idéia de felicidade?
R: Sabe o que quer, já é um começo....

8. E o que seria a maior das tragédias?
R: Quebrar minha unha depois que eu esperei mó tempão pra ela crescer (claro que não! ¬¬')
Perder a minha família.

9. Quem você gostaria de ser, se não fosse você mesmo?
R: Já quiz ser muita gente, agora me contento em ser eu mesma.

10. E onde gostaria de viver?
R: Europe, baby!

11. Qual sua cor favorita?
R: Rosa (dãã!)

12. Uma flor?
R: Jasmin

13. Um pássaro?
R: Beija-Flor (não conheço o nome de muitos, mas odeio pombos!)

14. Seus autores preferidos?
R: Shakespeare, Meg Cabot, Clarice Lispector e Liliane Prata

15. O os poetas que mais gosta?
R: Não sou boa com nomes, depois vejo direitinho e coloco aqui.

16. Quem são seus heróis de ficção?
R: Ah... das 3 espiãs demais, das meninas superpoderosas, e da Ravena do Jovens titãs. (também tem outros que meu momento sonâmbulos não me deixa lembrar)

17. Seu compositor favorito é…
R: Tenho que lembrar o nome agora? Eu gosto da música "Cedo ou tarde" que o Leandro (Gee) e o Diego escreveram, gosto de músicas da Sandy, gosto de músicas de bandinhas, e as minhas =}.
(amnésia do sono)

18. E os pintores que você mais curte?
R: Os nomes são muito difíceis de escrever para alguém que tá pseudo-durmindo

19. Quem são suas heroínas na vida real?
R:Minha mãe, minha avó.

20. E quem são seus heróis?
R:Meu avô

21. Qual sua palavra favorita?
R: uma só? se eu escolher uma as outras vão passar a me odiar...
(digamos que seja pseudo, no momento)

22. O que você mais detesta?
R: Falsidade, meias molhadas e Física

23. Quais são os personagens históricos que você mais despreza?
R: Os que inventaram a física! (Ô falta do que fazer! Ô falta de mulher!)

24. Quais dons naturais você gostaria de possuir?
R: Escrever e desenhar bem, cantar também seria legal e é claro, ser extrovertida.

25. Como você gostaria de morrer?
R: Meu coração poderia simplesmente parar de bater. (não quero morrer de amor, nem de dor, não quero sofrer, nem cortar os pulsos é muito clichê!)

26. Qual seu atual estado de espírito?
R:Feliz, mas no fundo irritada e preocupada.
(com sono também serve)

27. Que defeito é mais fácil perdoar?
R: Os que foram sem querer. os habituais (mas sempre perdôo as pessoas, sou aquela boazinha que sempre se fode.)

28. Qual é o lema da sua vida?
R: No momento, "Já que eu tô aqui, Por que não?"

Aguarde mais descobertas maravilhosas (tediosas ¬¬) da minha vida!

Gira-Gira

Listras e bolinhas
zebra ou oncinha
Seja no México, Brasil ou Europa
Cada um tem seu jeito, gosto e estilo

Quem sabe todos são iguais
Ao tentarem ser diferente
Querem se encaixar
fugindo da fôrma abitual

De que adianta falar
sobre não querer falar
Se você fala ao explicar?

De que jeito você vai me mostrar
Que não é só o desejo a atuar
e que o que você quer é a realidade enfrentar?

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Marília de Dirceu

Quando não há mais como explicar

Eu fico quieto ao te observar

E ao meu redor, não há respostas

De como alguém pode ser tão perfeita

Nenhuma flor nos jardins

Não há rosas, lírios ou jasmins

E no fundo do mar

tento encontrar uma pérola que brilhe mais

(Refrão:)

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

O meu coração é só seu ...

Não há corais,

Constelações,

nada nesse mundo

que possa te descrever

Seu retrato, não há igual

quem conhece já deve saber

que seus olhos dão fim

na briga entre o bem e o mal

Ôôô... Marília

Você é a perfeição

(Refrão:)

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

O meu coração é só seu....

Não tem cores, Não tem cheiros

Não existe tanta perfeição

Nem mesmo o amor

Só mesmo você...

(Refrão:)

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

Agora, ou para sempre

O meu coração é só seu.

O meu coração é só seu.....

O meu coração é só

Seu.

(Taila Brasil)

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Bloqueio mental

Definitivamente, Hoje não é meu dia!
Tô começando a pensar em deixar a Federal e voltar pro CP2, não que eu prefira assim (porque eu amo fazer práticas praticamente toda semana, e nem me importo com o relatório), mas acho que não consigo deixar a minha parte do passado no Pedro II e mesmo depois de um 1 ano na Federal, me sinto estranha ás vezes (tipo, olha essa gente toda! o que eu tô fazendo aqui entre eles? esse não é o meu lugar), me estresso (tem acontecido muito ultimamente), choro (mesmo que ás vezes escondida), volto correndo para casa (principalmente depois de ter recebido inúmeras patadas).
No Pedro II, eu sei não vai ser mais a mesma coisa, afinal como eu já disse fez um ano a pouco, mas talvez lá eu volte a me achar. Problemas, eu sei que vou ter em todos os lugares, assim como notas baixas, professores chatos, amigos irritantes, e de vez enquando até a recuperação (espero que não!).
Talvez se desse para voltar pro Pingüim, eu sinto muita falta deles, foram a minha 1ª segunda família, e agora tá um em cada canto do mundo (exageros à parte). Um é famoso, outros agora metidos, alguns parecem ter esquecido (o que eu me esforcei para não esquecer), outros mudaram de casa, telefone, milhares de estilos, uns você encontra no orkut (e ficam implorando para alguém tomar coragem e montar uma festa ou um encontro), outros eu vejo no curso de inglês, no sesc, nas ruas, em festas, na TV ou nas revistas. Assim aos pouco todos se separam e eu fiquei assistindo de camarote todos se afastarem (acho que eu sou a que mais sabe onde os outros estão hoje em dia, e talvez a que mais fale com eles).
"As pessoas mudam!" Alguém vai me dizer, mas eu já sei disso (eu tambem não sou a mesma), mas quero recordar, parar um pouco o mundo e aproveitar com que um dia já foi tudo na minha vida. É só isso que eu quero!

Ps.: Eu vou repensar com carinho se vou ou não sair... afinal eu nem devo fazer química mesmo.
Pps: Fui mal na prova de matemática (só errei besteiraa!), fui mal na apresentação de física (e ainda imprimi a coisa errada), Amanhã apresentação de literatura (nada pronto ainda) e quinta prova fudedora de Inorg. Isso porque eu não estou contando com a prova de física sábado (na qual eu nem sei que matéria ele está dando!).

OBS.: post n° 100 desse ano =}

domingo, 31 de agosto de 2008

Manchas de batom - Parte I

"Numa festa,
noutro dia,
naquela hora ele me via

Se aproximou discretamente ligeiro
Já me olhava de longe
Via as bombas pelo caminho
Pensava e repensava o que iria fazer
o que haveria de dizer.

Pegou duas taças de Dom Pérignon,
da bandeja ao andar,
pé ante pé,
até a mim chegar.

Me ofereceu uma taça,
Agradeci e disse que não bebia,
Ele sabia que isso era uma mentira.

Preferiu não insistir,
olhou para cima e apontou,
"Olhe para o céu e suas milhares de estrelas,
Posso ter certeza ao afirmar,
que de inveja morrem por você não está lá!"

Um risinho
e assim começou
Ele não ia parar
até me conquistar."

(Taila F. Brasil)

Drama Queens

Olhos nos olhos
A tensão aumenta
Nada é mais superficial
Palavras ditas como se não hovesse dúvidas
Brigas por motivos idiotas
é como se irritar por uma torta!
Já virou rotina
é algo natural.
Não quebrei nada
Não quero fazer tudo
Sei que você também não.
Não é nossa culpa, a gente só quer fazer algo.
Há algo maior,
mais forte e importante.
Pára tudo!
Não quero mais!
Corre para lá,
aqui, eu vou ficar,
Passa tempo,
E a gente volta a se falar.
(Taila F. Brasil)

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Real - Realidade

"Ainda é cedo amor
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que iras tomar

Preste atenção querida
Embora eu saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és
Ouça-me bem amor
Preste atenção o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos, tão mesquinhos.
Vai reduzir as ilusões à pó

Preste atenção querida
Em cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás à beira do abismo
Abismo que cavastes com teus pés"

- "O mundo é um moinho", Cartola

Cedo ou Tarde

Tô meio atrasada (pra variar).
Cara, a música do Nx não é perfeita (eu não sou fã de Nx, mas gosto de algumas letras e músicas - tipo... quem não ama ficar cantando "éééééé... Pela última vez! ééhh pela última vez" ?), mas a história por trás da música é muito importante (além de parecida com a minha história). Para quem não sabe, a música, acho que, o Gee (que na verdade se chama Leandro Rocha, estranho não?) escreveu para o pai dele, que morreu quando ele tinha 2 anos (para quem não entende a semelhança, meu pai me abandonou quando eu tinha 2 anos).

{ABRE Chavão}
O chavão é para falar sobre ontem (dia mais corrido e feliz). Além de um atrasado significante, a maioria dos show do AG do Geringonça foram ótimos! (inclui o teatro e a dança *FODA*) Não posso deixar de falar da banda que chamou muita a minha atenção, a banda Fuzzcas. A vocalista é muito fofaa! Parece uma bonequinha e é cheia de criatividade no palco (amo bolinhas de sabão) e o som deles é parecido com o do Ludov, super cheio de atitude.
Teve também a ótima apresentação das poetisas, Alice e Jéssica (que depois do atraso de mais de 1 hora se apresentaram).
E por último, mas não menos importante, a Odd Park deu um show (literalmente ¬¬'). Sua groupies então... não preciso nem falara nada, né? (alguém ficou com muita dor de cabeça por causa dos gritos delas, além de mim?). A banda levou os fãs a loucura ao cantar o famoso single "Amor à Primeira Vista/S.R.M.C".
{FECHA Chavão}

P.s.: É ... sou uma péssima crítica! humpf! eu gosto de tudo! (trash gosto musical, há quem o diga!)
P.p.s: Crítica construtiva = Mais uma vez (como se eu soubesse de mais de duas, já que só fui a dois shows deles) o vocal estava muito baixo na apresentação da 'Odd Park' e eu não consegui ouvir nada além da parte "Lamba as minhas bolas como se nunca tivesse visto um pênis na sua frente antes!...", eu queria ter ouvido "Luiza" (já que é uma das melhores letras na minha opinião) e adorei o "Tomas's Song" (que o Mudinho escreveu para o Tom [cachorro dele] hahaha).

Obs.: Alguém tá ferrada em Org, Inorg, FisQuí e Física? Eu tô! (Boas Provas pá mim!)

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

AJU

"Madrugada quieta,
Cidade vazia,
Silêncio,
Não estou dormindo,
Posso ver como tudo é tão lindo.
Vendo o sol nascer de cima, lá do céu,
Onde as nuvens são como calotas polares,
Algodão doce branco como neve.
O mar não passa de uma grande piscina
Onde poderiamos nos deixar levar.
Voando por aí encontrei anjos lindos e um anjo australiano.
Encontrei a música e até Johnny Depp.
Passei a notar o arco-íris mais singelo
Que nunca poderá ser representado como é.
Nenhuma letra, nenhuma nota, nada poderá descrever tudo o que eu presenciei."
(Taila F. Brasil)