segunda-feira, 9 de junho de 2008

Casaco de Veludo

Coração é confuso
Só me faz querer
Neste louco fuso
O que eu não posso ter

Onde estou
Posso ter tudo
Mas só o que restou
Foi meu sangue no seu casaco de veludo

Uma gota apenas
Quem poderia dizer
Que aquela garota
Iria a vida perder

Por você eu fazia tudo
Meu devaneio era o maior
Te dei o casaco de veludo
Para mim tudo seria melhor

Ele me beijou
Eu queria a morte
Ele me matou
Acabou a sorte
(Taila F. Brasil)

Um comentário:

Andressa Yunie disse...

nossa, mozão ! :O
tá lindo demais ! e triste !
falei pra você, tem tallento pra coisa.......... tem que escrever mais !! quem sabe você num se torna a próxima Drummond ? ;D

perfeito, tailinhaaa !!!