sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Minhas raízes

queria voltar a elas, ao momento criança.
pra mim isso tudo não é realidade, sou uma racionalista uso a lógica, não adianta não me dizer pra não fazer algo que só de teimosia ou simplismente pra provar que você está errado eu faço.
Do que adianta avisos? já não sou mais uma criança desprotegida na sociedade, já dei meus primeiros passos, já tive minha primeiras quedas, e não dá para voltar!
até queria apagar alguns erros tentar me encaixar na minha perfeição, mas não dá! pare de tentar assim você só perde tempo!
não abra os olhos por que quanto isso acontecer você não vai conseguir fecha-los vai ver até o que não quer, vai sofrer com o que vê! perderá todos os sonhos de crianças, as malícias de adolecente e os desejos do jovem.
Não quero dizer que não quero a felicidade, mas a que custo eu a comprarei?
Não quero perder minha vida correndo atrás de algo que pode nem existir!
Como preferir o certo ao incerto se eu não sei qual eles realmente são?
Acompanhada ou sozinha.. não importa muito, importa?
sozinha você pode refletir mais, mas acompanhada passará o tempo mais rápido?
dúvidas e mais dúvidas apenas o que tenho é incertezas e é com elas que eu vou ter que viver, pois não posso trocar o ponto de interrogação pelo o de exclamação simplesmente por querer.
Se a vida para você não é justa, então porque você ainda está aí parado?

Um comentário:

KrOu disse...

Taíla . . .
Blog diário née??
rsrs
Tu esqueceu de dizer que eu sou sua irmã no post debaixo . . .
rsrs . . .
Amo você amiga! . ..
beijo ;*
nhinhinhi